Acompanhamento Alimentar

Faça sua reserva
Acompanhamento Alimentar

Foco no sabor e não na quantidade.

Um prato ideal possui todos os sabores e cores variadas.

A saúde física está ligada à capacidade de digerir e processar os alimentos.

Não basta estar quimicamente nutrido e com as calorias exatas em cada refeição. O alimento deve nutrir o funcionamento bioquímico do corpo que por sua vez abrigará e dará suporte energético para mente e a consciência. O corpo é o instrumento de expressão dos talentos da nossa alma e é por meio dele que a nossa consciência pode se manifestar.

O nosso corpo físico se alimenta de sólidos e líquidos, e o nosso corpo sutil (a nossa consciência e mente) se alimenta das vibrações percebidas pelos cinco sentidos.

A respiração fornece energia vital para os dois corpos.

Portanto, uma refeição completa é aquela saboreada com a participação dos cinco sentidos, da atenção plena e da respiração consciente.

Os sabores estão relacionados com sensações e sentimentos. Dessa forma a dieta baseada nos sabores atua sobre o emocional e o perceptivo.

Um prato ideal, equilibrado, possui todos os sabores, doce, amargo, adstringente, picante, ácido e salgado além de cores variadas.

A identificação da constituição psicofísica individual possibilita a construção de uma dieta individual e personalizada.

Tal constituição é uma combinação dinâmica das forças da natureza que organiza todas as funções físicas, mentais e emocionais necessárias, que ajuda a nos manter em harmonia, conquistando uma vida equilibrada, bem estar e saúde.

A começar pela escolha de uma dieta adequada.

Tudo o que somos é o resultado da síntese dos alimentos físicos e energéticos que ingerimos. Eles fornecem para o organismo o material necessário para o processo metabólico que nutre a vida.

Se adequados, contribuem para nos tornar saudáveis, do contrário, sofremos de desequilíbrios físicos e psicológicos.

Disso depende a nossa saúde, nosso peso ideal, a estabilidade das emoções, nossa acuidade mental e nosso bem estar.

Prestar atenção à potência da nossa fome, à quais alimentos nos caem melhor, qual é a quantidade de alimento que nos satisfaz e qual o sabor que mais nos agrada, torna consciente nossa escolha nutricional.

O estilo de vida atual “exige” que a nossa atenção seja dividida simultaneamente entre diversos assuntos, o telefone, o computador, TV. Comemos automaticamente os alimentos cada vez mais requentados, encaixados, enlatados, reprocessados, ... e freqüentemente pulamos refeições ou comemos em horários irregulares e perdemos a oportunidade de experimentar as sensações riquíssimas captadas pelo paladar, olfato, visão, tato e audição.

Essa energia positiva influenciará a qualidade dessa refeição e nos permitirá fazer escolhas adequadas em relação à quantidade e combinação de grupos alimentares.

O corpo saudável mantém seus tecidos saudáveis por meio da alimentação.

A capacidade de extair dos alimentos os nutrientes necessários forma tecidos corporais fortes.

Você não é apenas “o que você come", mas sim, "o que você consegue digerir".